Proporcionamos aos nossos consorciados tranquilidade, segurança, agilidade na formação de grupos, flexibilidade de prazos e uma das taxas de administração mais competitivas do mercado. Em caso de dúvidas, leia abaixo as questões mais frequentes ou ligue para a nossa Central de Atendimento: (18) 3636-3636.
1 - O que é consórcio ?

O sistema de consórcio é uma forma de compra conjunta, simples e econômica que consiste em um grupo de pessoas que não podem ou não querem adquirir um determinado produto a vista, ou ainda uma alternativa de investimento. isto significa que a contribuição de todos gera o benefício de cada um. Atualmente o Consórcio Sperta atua no mercado de motocicletas.
A administradora de consórcio é responsável pela organização e administração do sistema, fazendo com que os participantes realizem seu objetivo, de acordo com normas estabelecidas pela legislação e pelo contrato firmado com a administradora.
As administradoras têm como funções: formar e organizar os grupos, receber as contribuições, realizar as assembléias e as demais providências para alcançar os objetivos.
A administradora é responsável pela parte administrativa, financeira e operacional dos grupos. Para isso é cobrada uma taxa mensal de cada participante, a qual chamamos de Taxa de Administração.

Trata-se do valor mensal que cada participante do grupo deve pagar, para compra do produto que será entregue ao contemplado por sorteio ou lance, sendo calculado com base no preço do bem, vigente no dia da Assembléia mensal, e que consiste em :
Fundo Comum
Trata-se do valor do bem, dividido pela quantia de meses escolhida para pagar.
Taxa de Administração
Remuneração da Administradora pelos serviços de formação, organização e administração do grupo até o encerramento.
Fundo de Reserva
Valor que se destina a um fundo que garantirá o funcionamento do grupo diante de determinada situação.

2 - Como será feito o pagamento das parcelas ?











 











Será feito através de bloqueto Bancário enviado mensalmente

através do correio, e que até o vencimento poderá ser pago em

qualquer agência bancária ou até mesmo nas Casas Lotéricas

caso valor não ultrapasse o limite estabelecido por eles. Após o

vencimento somente nas agências do banco conveniado com a

Sperta Consórcio, porém é possível obter uma segunda via do

bloqueto vencido em qualquer loja da Sperta ou através de nosso

site, o que permitirá o pagamento em qualquer agência bancária

uma vez que os cálculos de multa e juros serão calculados pela

administradora.



3 - Parcela Mensal

Exemplo:


Valor do produto a ser adquirido R$ 3.500,00 dividido por 36 meses - R$ 97,22


Taxa de administração de 10% - R$ 9,72


Fundo de Reserva de 2% - R$ 1,94


Seguro de Vida de 0,0888% - R$ 3,10


Total da parcela mensal - R$ 111,98

Além da contribuição mensal o consorciado poderá fazer Antecipação de Parcelas, que serão quitadas as últimas parcelas na ordem inversa de seu plano, ou seja, da última para a primeira parcela, caso o grupo permita este tipo de quitação, o que é definido na Assembléia de constituição do grupo pelos próprios consorciados. Para tanto o consorciado deverá entrar em contato com a Administradora que o orientará como fazê-lo.

4 - Contemplação

O sorteio será realizado através de globo giratório nas Assembléias realizadas mensalmente na sede da Administradora, e participarão todos os consorciados que estiverem em dia com suas obrigações e com a parcela do respectivo mês paga até a data do vencimento.

Após a realização do sorteio é feita a contemplação por Lance, apurando-se o número maior de parcelas ofertadas. O lance vencedor deverá ser quitado no máximo até o primeiro dia útil seguinte ao da contemplação.

6 - Criação Japonesa ? Argentina ? ou Portuguesa ?

Os diversos países operantes dos sistema de consórcio atualmente, podem até se dar ao luxo de o patentearem como seus criadores, como é o caso da Argentina, mas os brasileiros podem ficar tranqüilos e com muito orgulho afirmar que somente o "jeitinho brasileiro" seria capaz de criar um sistema capaz de gerar tanta satisfação a um número tão grande de povos.
O consórcio para aquisição de bens foi criado no Brasil no princípio da década de 60 quando nossa economia assistia o êxodo rural causado pela transição da economia rural para a economia industrial. Nos centros urbanos se formava uma nova classe social advinda do campo, sem recurso e poupança anterior que lhe permitisse o acesso a bem de consumo durável.

A nova economia em desenvolvimento não oferecia condições de financiamento para a aquisição de bens que eram ofertados no mercado, levando a população a sentir novas necessidades. Um sistema de auto financiamento cooperativo surge para atender a necessidade de consumo, inicialmente, dentro das cooperativas de grandes empresas e, depois difunde-se a outras camadas e seguimentos da economia.

De 1962 à 1964 surgem as primeiras administradoras, oferecendo o sistema como forma de se obter toda a gama de bens produzidos pela indústria, resultando no espetacular crescimento dos consórcios que se estendeu, até 1967, sem qualquer disciplina ou limitação. Foi, em 1967 a primeira intervenção governamental, para regulamentar a atividade das administradoras, por intermédio de uma circular do Banco Central.

No período de 1967 à 1971 operações semelhantes de comercialização surgiram no mercado trazendo dificuldades ao próprio sistema.

    
Abre-se nova fase na vida dos consórcios e atendendo todo o território nacional, entra as montadoras com suas próprias administradoras.

Atualmente as administradoras de consórcio são fiscalizadas pelo Banco Central, que determina as normas de funcionamentos dos grupos.

® 2011 Direitos Reservados para Sperta
Desenvolvido por Pontualpropaganda.com.br